9 de abr de 2010

GUIADO POR DEUS OU POR SI MESMO?

GUIADO POR DEUS OU POR SI MESMO?



“Disse Abrão a Ló: Não haja contenda entre mim e ti e entre os meus pastores e os teus pastores, porque somos parentes chegados. Acaso, não está diante de ti toda a terra? Peço-te que te apartes de mim; se fores para a esquerda, irei para a direita; se fores para a direita, irei para a esquerda. Levantou Ló os olhos e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada (antes de haver o SENHOR destruído Sodoma e Gomorra), como o jardim do SENHOR, como a terra do Egito, como quem vai para Zoar. Então, Ló escolheu para si toda a campina do Jordão e partiu para o Oriente; separaram-se um do outro. Habitou Abrão na terra de Canaã; e Ló, nas cidades da campina e ia armando as suas tendas até Sodoma. Ora, os homens de Sodoma eram maus e grandes pecadores contra o SENHOR. Disse o SENHOR a Abrão, depois que Ló se separou dele: Ergue os olhos e olha desde onde estás para o norte, para o sul, para o oriente e para o ocidente; porque toda essa terra que vês, eu ta darei, a ti e à tua descendência, para sempre. Farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência. Levanta-te, percorre essa terra no seu comprimento e na sua largura; porque eu ta darei. E Abrão, mudando as suas tendas, foi habitar nos carvalhais de Manre, que estão junto a Hebrom; e levantou ali um altar ao SENHOR” (Gênesis 13.8-18).

Quando aprendemos a andar com Deus somos os mais felizes dos homens. Quando o contrário acontece, somos os piores dos homens da terra.

Aprender a andar com Deus e ouvir a voz de Deus é uma lição que deve ser aprendida diariamente, sempre. Nunca será uma tarefa fácil, no entanto, a recompensa não tem preço para os que se empenham em ser aquilo que Deus quer que sejam. Como podemos ser sensíveis ao sussurrar de Deus em nossas vidas? Como podemos tomar decisões acertadas, guiadas por Deus? Qual direção tem seguido sua vida? Tem seguido pelos caminhos de Deus ou por seus próprios caminhos? Tem feito escolhas que lhe agradam ou agradam a Deus? Você acredita que este homem, Ló, foi uma pessoa salva? Será alguém que você e eu iremos encontrar no céu? Sei que muitos têm suas dúvidas, sei também que muitos dirão que não, este homem nunca fora salvo, outros, porém, afirmarão que sim, ele foi salvo e nós vamos encontrá-lo no céu na eternidade.

A própria Palavra de Deus nos responde essa pergunta, vejamos: “e livrou o justo Ló, afligido pelo procedimento libertino daqueles insubordinados (porque este justo, pelo que via e ouvia quando habitava entre eles, atormentava a sua alma justa, cada dia, por causa das obras iníquas daqueles)” (2 Pedro 2.7-8). Se não fosse por estes versículos da Bíblia nós sequer saberíamos que Ló era uma pessoa salva. Mas infelizmente este homem viveu uma vida desgraçada, uma vida sem brilho. Era o tipo do crente carnal. Viveu pra agradar sua própria existência, vivia para si mesmo.

É um fato notório que um cristão não cai de uma hora pra outra. Quando um cristão cai em pecado é simplesmente porque já estava no processo de “namoro” com o pecado por algum tempo. Então, começa a fazer coisas que o levam para longe de Cristo cada vez mais.

Vejamos os passos errados na vida de Ló:

1) Aproxima-se do Pecado.
“Habitou Abrão na terra de Canaã; e Ló, nas cidades da campina e ia armando as suas tendas até Sodoma” (Gênesis 13.12).

Note, que cada vez mais Ló se aproxima da ímpia cidade de Sodoma. A decisão de Ló não podia ter sido mais drástica. A preferência na escolha deveria ter sido de Abraão, por ser o mais velho, porém, este homem de Deus, devido a sua benevolência e devido à própria benevolência de Deus em sua vida, aprendera que devia deixar seus direitos de lado em favor de outrem. Então deixa que seu sobrinho escolha a direção a ser seguida. Ele olha e decide-se por aquilo que mais o agradava a primeira vista. Não mediu nenhuma conseqüência, queria aquilo que fosse satisfazer sua carne. Olhou e viu aquele lugar bonito e achou que ali seria um bom lugar para que ele pudesse prosperar ainda mais.

“Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus” (Romanos 8.8). Como alguém vai ser guiado por Deus em suas decisões se anda na carne? Como alguém vai ouvir a voz de Deus dizendo o caminho correto para percorrer se quer agradar a si mesmo e não a Deus?
Nos dias de hoje, sempre há pessoas que seguem pelo mesmo caminho que Ló seguiu. Não querem sair do mundo, não querem separação e, com isso, cada vez mais “armam suas tendas para Sodoma”. Que caminho triste. Querem caminhar com Deus e com o mundo. Nos fins de semana querem louvar a Deus, mas durante a semana vivem para si. “Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus” (Tiago 4.4).

2) Convive com o Pecado.
“Tomaram, pois, todos os bens de Sodoma e de Gomorra e todo o seu mantimento e se foram. Apossaram-se também de Ló, filho do irmão de Abrão, que morava em Sodoma, e dos seus bens e partiram” (Gênesis 14.11-12). 

Alguns dos reis daquela região fizeram guerra contra os reis de Sodoma e Gomorra e outras cidades. Os reis de Sodoma e Gomorra fugiram e foram derrotados. Ló fora levado preso.

Note agora, uma declaração surpreendente da Palavra de Deus. Não bastava para Ló ir armando suas tendas até chegar próximo da cidade de Sodoma, agora percebemos que ele já “morava em Sodoma”, está habitando entre eles.

Meus amigos, isso pode acontecer com qualquer um de nós. Começa com “pecadinhos” e, com isso, cada vez mais vai se aproximando do mundo e de seus prazeres transitórios, até que não tem mais forças para sair, pois já se encontram dentro do mundo.
Foi assim com Ló. Ao se aproximar de Sodoma, foi armando suas tendas e quando menos foi perceber já estava morando lá dentro.

O pecado é assim. Aproxima-se devagar, inocentemente e quando menos se espera já está acostumado com sua presença que nem nota mais que está fazendo coisas que desagradam a Deus. O coração já está cauterizado.

Com a ajuda de Abraão e de mais 318 homens, o sobrinho de Ló é trazido de volta. Como pôde isso ter acontecido? Uma quantidade mínima de homens conseguiu trazer a Ló e sua família e seus bens? Acontece que Abraão confiava em Deus e isso foi o segredo de sua vitória.


3) Desfruta do Pecado.
“Ao anoitecer, vieram os dois anjos a Sodoma, a cuja entrada estava Ló assentado; este, quando os viu, levantou-se e, indo ao seu encontro, prostrou-se, rosto em terra” (Gênesis 19.1).

A Bíblia declara que o verdadeiro cristão deve se afastar de homens pecadores. Deve ficar longe de sua maneira de viver. É claro que não podemos viver como uma ilha, mas podemos viver de forma a ser um farol no meio desse povo pervertido e perdido. Um farol serve para encontrar o caminho correto. Um cristão correto mostra a Jesus Cristo como único caminho para o Céu, pois apenas Ele é “o caminho, a verdade e a vida” (João 14.6).

Somos exortados a não andar com incrédulos de maneira a nos associarmos com eles. Podemos andar com eles para evangelizá-los, falar das maravilhas da Bíblia e assim vai, mas nunca participar com eles em seus pecados. “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores” (Salmo 1.1).
 O que fazia Ló aqui? Note que neste momento ele se encontra assentado na roda dos escarnecedores. Ele estava assentado na porta da cidade. O que isso significa? Nos tempos antigos, quem se assentava na porta de uma cidade era porque tinha uma posição de autoridade naquela cidade, apenas os juízes é que se assentavam ali. Portanto, Ló já era uma pessoa de autoridade em Sodoma. Mas uma autoridade mundana, carnal, sem Deus.

Note que o texto nos revela que Ló não morava mais em tendas, agora ele já tinha uma casa (Gênesis 19.2).

A quem vemos em Hebreus 11, a lista dos heróis da fé? Abraão ou Ló? Ali, vemos Abraão porque ele esperava uma cidade que era celestial e habitou em tendas, ao passo que Ló ansiava por aquilo que era imediato.

O texto nos informa que as cidades de Sodoma e Gomorra seriam destruídas. Dois mensageiros chegam para dar a notícia a Ló. Ele os conduz para dentro de sua própria casa. Os homens dessa cidade, pecadores, chegam até a casa de Ló com o intuito de abusar desses homens. Veja com que tipo de homens Ló estava convivendo. A tragédia maior é a sua resposta para estes homens. Ele os chama de “irmãos”. Mas, que “irmãos” são esses? Ló chama um bando de homens pervertidos sexualmente de “irmãos”, que tragédia. Agora, é claro que devemos amar aos pecadores, porém, devemos odiar o pecado que praticam. Isso é muito importante: amar a pessoa e odiar o seu pecado.

Meus amigos cristãos, quem seriam as pessoas que você chamaria de irmão? Com quem você se identifica?

Veja a desgraça na vida de Ló, ele sequer pensou em orar a Deus para resolver a situação, porque estava totalmente fora da vontade de Deus. O pecado o afastou de Jesus Cristo. Ao se aproximar do pecado, começa a conviver com ele em sua própria vida, até que finalmente, ele mesmo vem a desfrutar do pecado, pois os homens daquela região não podiam ver que ele era um homem diferente, um homem que seguia a Deus, porque seus atos, suas ações e suas atitudes se assemelhavam aos mesmos atos, ações e atitudes praticadas por aqueles homens pervertidos.

Ló tipifica as pessoas que não querem acordar do seu estado de sono, ele tipifica as pessoas que são insensatas.

“Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará. Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor” (Efésios 5.14-17).

Mesmo sabendo que a cidade seria destruída, este homem se demora em deixar a cidade: “Ao amanhecer, apertaram os anjos com Ló, dizendo: Levanta-te, toma tua mulher e tuas duas filhas, que aqui se encontram, para que não pereças no castigo da cidade. Como, porém, se demorasse, pegaram-no os homens pela mão, a ele, a sua mulher e as duas filhas, sendo-lhe o SENHOR misericordioso, e o tiraram, e o puseram fora da cidade” (Gênesis 19.15-16).

Aplicações para Nossas Vidas

Tudo isso aconteceu devido a não ouvir a direção de Deus para sua vida. Tudo isso aconteceu porque negligenciou os caminhos de Deus. Ló ficou tão apegado as coisas mundanas que simplesmente se esquecera de Deus. Apegou-se de tal forma que foi extremamente difícil deixá-las. 

Ao agir dessa maneira, perdeu inúmeras bênçãos: perdeu a bênção de andar com Deus; perdeu a bênção de ser guiado por Ele; perdeu a bênção de ser um pai exemplar, um sacerdote do lar, um esposo temente a Deus; perdeu a influência exercida em seus familiares; perdeu a bênção de um testemunho fiel; perdeu a bênção de fazer diferença na vida de outras pessoas; perdeu a bênção de ser luz entre os incrédulos; perdeu a bênção da presença de sua própria esposa; perdeu a bênção e o respeito de suas próprias filhas. Quanta coisa perdida! Quanto sofrimento por uma direção errada na vida.

Ao sair de Sodoma, escolhe uma cidade pequena para morar (Gênesis 19.20), demonstrando ainda sua falta de confiança em Deus, pois não acreditava que Deus podia sustentá-lo mesmo em uma caverna ou em qualquer outro lugar (Gênesis 19.17). Então a mulher de Ló olha para trás, indo terminantemente contra a ordem dada, isto por causa das coisas que deixou em Sodoma. Depois fora habitar em uma caverna, porque ainda não confiava em Deus. Aconteceu ali um evento triste, suas filhas praticaram incesto com seu próprio pai (Gênesis 19.30-38).

“Lembrai-vos da mulher de Ló. Quem quiser preservar a sua vida perdê-la-á; e quem a perder de fato a salvará” (Lucas 17.32-33).

Meu amigo, como têm sido a direção tomada em sua vida? Tem seguido a direção de Deus ou a direção do seu próprio coração?

Temos que aprender com os erros de Ló a não tomarmos as mesmas decisões sem Deus. Quando buscamos algo, sem a aprovação de Deus, a ruína nos sobrevém. Podemos até lucrar algo no início, mas creia, logo receberemos aquilo que plantamos.

Quando tiver que tomar uma direção na vida, fazer uma olha, qual será? Vai escolher ouvir a Deus ou escolher andar por seu próprio caminho?
Quando escolhemos andar com Deus, como Abraão, somos abençoados e ricos para com Deus.
“Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai por ele” (Isaías 30.21).

Nenhum comentário: