22 de fev de 2010

HISTORIA DO PENTECOSTALISMO

Pessoal apz do Senhor Apartir de Hoje Quero Publicar algo sobre a Historia do Pentecostalismo e gostaria que vcs Comentasse...

UM GRANDE ABRAÇO...

                                         Parte 01

Alguem comentou, certa vez, que o pentecostalismo é um movimento á procura de uma teologia, como se não estivesse ele radicado a imterpretação biblica e a doutrina cristã. As pesquisas sobre o desenvolvimento historico e teologico das crenças pentecostais tem revelado, contudo uma tradição teologica bem elaborada. O pentecostalismo conquanto possua muitas coisa em comum com as outras denominações evangelicas, apresenta um vívido testemunho da obra do Espirito Santo na Vida e na missão da Igreja.
      Tendo como ponto de partida o panorama historico do pentecostalismo, este capitulo focaliza o crescimento da teologia das Assembleia de Deus desde a sua fundação e Organização em 1914, nos EUA. Os Fatores considerados, neste estudo, incluem os alvos principais, as pessoas que mais influenciaram na elaboração  da doutrina, a Literatura e os vários meios empregados na preservação da teologia.

                    A CONTINUIDADE DOS DONS ESPIRITUAIS.
No discurso da historia do cristianismo,sempre houve pessoas que buscaram algo mais em sua peregrinação espiritual, e que, ocasionalmente,eram levadas a indagar acerca do significado do batismo no Espirito Santo e dos Dons Espirituais. A erudição recente tem lançado mais luz sobre sobre os movimentos carismaticos,demonstrando que o interesse pela obra do Espirito Santo tem perdurado através da historia da igreja.
       Pelo menos dois reavivamentos no seculo XIX podem ser considerado precursores do moderno pentecostalismo.O Primeiro ocorreu na Inglaterra, em torno de 1830, durante o ministerio de Edward Irving; O Segundo, no extremo sul da India, por volta de 1860, mediante a influencia da teologia dos irmãos de Plymouth e sob a liderança do leigo Indiano J.C. Aroolappen. Documentos contemporaneos a respeito de ambos os movimentos incluíam referencias ao falar noutras linguas e á Profecias.
       As conclusões dessa pesquisa corrigem, em parte, a crença existente em alguns circulos teologicos de que os dons espirituais cessaram na era apostolicas. Opinião esta, aliás proposta enfaticamente por Benjamim B. Warfield em Counterfeit Miracles (1918). Warfield argumentava que a autoridade escrita e objeitva das escrituras, que são inspiradas pelo Espirito Santo, seria inevitavelmente subvertida por aqueles que ensinassem um conceito subjetivo do mesmo Espirito. Nos ultimos anos, essa perspectivas vem perdendo terreno nos circulos evangelicos.
       Com a chegada do reavivalismo, no fim do seculo XVII e inicio do seculo XVIII, na Europa e na America do Norte, os pregadores Calvinistas,Luteranos e Arminianos passaram a enfatizar o arrependimento e a piedade na vida cristã. Qualquer estudo do pentecostalismo tem que se ater aos eventos desse periodo, especialmente a doutrina da perfeição cristã ensinada por João Wesley, o Pai do Metodismo, e pelo seu assistente, João Fletcher. A publicação por Wesley de A Short Account of Christian Perfection (1760) conclama seus seguidores a buscarem uma nova dimensão espiritual. Essa segunda obra da graça, posterior a conversão, libertaria os crentes de sua natureza moral imperfeita, que os tem induzido ao comportamento pecaminoso.
       Essa doutrina chegou á America do Norte, e inspirou o crescimento do movimento da santidade, A ênfase voltada á vida santificada, mais sem mencionar o falar noutras linguas, registrado nas escrituras ("derramamento do Espirito", " batismo no Espirito Santo", " línguas de fogo" ), tornou-se " Marca registrada" da Literatura e Hinódia do movimento da santidade. Uma das principais líderes da ala metodista do movimento, Phoebe Palmer, Editou o Guide to Holiness e escreveu, entre outros livros, The Promise of the Father (1859). Outro escritor popular, William Arthur, escreveu Tongue of Fire ( 1856), um grande sucesso literario.


TEOLOGIA SISTEMÁTICA.

GARY B. MCGEE


                                                                       CONTINUA...

Atenciosamente: Eudes Silva

Nenhum comentário: